Concerto de Órgão – Silvio Celeghin – Itália

Detalhes do evento

  • quinta-feira | 27 de abril de 2017
  • 20:00 - 21:00
  • Igreja do Mosteiro de São Bento | Largo de São Bento | Estação São Bento do Metrô

Órgão – Silvio Celeghin – Itália

Programa:

VINCENT LŰBECK (1654-1740) – Praeambulum in Mi maggiore

JOHANN PACHELBEL (1653-1706) – Freu dich sehr, o meine Seele

ANTONIO VIVALDI (1678-1741) – Concerto in Re minore per due violini, violoncello e archi op. III n°11 R.V. 565

da “L’Estro Armonico” BWV 596 – (senza indicazione di tempo – Grave – Fuga – Largo e spiccato – senza indicazione di tempo) – appropriato all’ organo da Johann Sebastian Bach BWV 596

DIETRICH BUXTEHUDE (1637-1707) – Passacaglia BuxWV 161 – Magnificat primi toni BuxWV 203

GIUSEPPE VERDI (1813-1901) – Traviata suite

CHARLES-MARIE WIDOR (1844-1937) – Toccata in Fa maggiore

SILVIO CELEGHIN

Começou comosilvorgan organista aos onze anos na igreja da sua cidade, Noale (Veneza), e desde então se dedica constantemente às atividades litúrgicas exercendo a função de organista.

Depois de formadoem piano em 1985 (MarialuisaCaprara), órgão em 1990 (RenzoBuja) e cravo em 1997 (Lia Levi Minzi ),obtendo as notas mais altas nos conservatórios de Padova e CastelfrancoVeneto, aperfeiçoou-se com os docentes VirginioPavarana,em piano, e Francesco Finotti, em órgão. Frequentou os cursos de interpretação de órgão com Jean Guillou (Zurique), Luigi Ferdinando Tagliavini(San Petrônio em Bologna), Olivier Latry(San Sebastian).

Premiado em vários concursosinternacionais e nacionais, conseguiu o III Prêmio Absoluto no “InternationalerOrgelwettbewerb J.J.Froberger” de Kaltern (BZ) em 1995.

      Desde 1990, toca estavelmente em “Duo” com o trompista Fabiano Maniero, trompaprincipal do Teatro “La Fenice” de Veneza. Desde 2000, faz parte do Trio “Dolce Sentire”, com quem gravou vários CDs de sucesso. Realiza frequentemente exibições em dupla,órgão e “corno delleAlpi”, com AlessioBenedettelli. Participa regularmente como organista solista de “I Solisti Veneti” de Claudio Scimone, com quem gravou música da EscolaVenezianaem vários CDs e DVDs.

      Devido à sua experiência, conseguiu tocar em importantes instituições, como a Orquestra de Padova e do Vêneto, MaggioMusicale Fiorentino, Milano Classica, La Fenice de Veneza, Simon Bolivar de Caracas. Em 2003, foi convidado pela Orquestra de “La Fenice” para a inauguração do reformado Teatro de Veneza nos concertos dirigidos por Riccardo Muti e Marcello Viotti. É organista principal da “Schola S. Rocco” de Vicenza, dirigida por Francesco Erle. (www.scholasanrocco.it).

      Gravou para Tring, Velut Luna, Artis Records, Warner Fonit, Azzurra Music, BottegaDiscantica, Nalesso Records, Rai Trade, Stradivarius eentre as últimas gravações destaca-se o CD “Vivaldi&Venice”, com os concertos de Vivaldi adaptados para órgão e, pela primeira vez,todas as composições para órgão de Wolfango Dalla Vecchia.

      Em Abril de 2003,estreoucomo solista no “DoppioBorgato”, um concerto de piano de grande cauda com pedaleira. Em 2005, publicou “IlDuello”, gravadocom dois órgãos (G.B. Piaggia e G. Callido)na Basílica “I Frari”, em Veneza. Em 2007, foi um dos oito organistas internacionais na primeira edição mundial de “La Revolte dês Orgues”de Jean Guillou. Em 2010, foi o primeiro organista italiano convidado à Venezuela peloMaestro Abreu, para uma turnê como solista com a Orquestra Sinfônica “Simon Bolivar”, no novo órgão “Klais” de Caracas. Em 2013,publicou o CD “Vivaldi – Concerto a dois Órgãos” – pela casa Stradivarius e distribuído pela prestigiada revista “Amadeus”.

      É coordenador artístico da Associação Cultural “MarzoOrganistico” de Noale (Veneza). É organista titular da Igreja Arciprestal de Trebaseleghe (Padova), onde coordena há vários anos duas temporadas de músicas sacras e organísticas.

       Apresentou-se em importantes pontos da Itália como: “La Scala” em Milão, Vaticano, Basílica de São Marco, “La Fenice” em Veneza, Basílica de Assise em importantes festivais internacionais na França (Notre-Damee Saint Eustacheem Paris), na Inglaterra (Trinity Collegeem Londres), na Suíça, na Polônia (Catedral de Varsóvia), Áustria, Bulgária, Croácia, Turquia, Suécia, Bélgica, Espanha, Hungria, México (Catedral Metropolitana), Finlândia,Alemanha (BerlinerPhilarmoniker em Frankfurt), Rússia, Venezuela (Sala Simon Bolivar em Caracas), Brasil, Cina.

      É docente no Conservatório “B. Marcello” em Veneza. (www.conservatoriovenezia.net)

©2017 Mosteiro de São Bento São Paulo. *** Todos os direitos reservados